2014, 05.30, sexta/friday 22:00 / (Prefiguração Geográfica, David Maranha)

David Maranha & Repositor

(Prefiguração Geográfica, David Maranha)
(Prefiguração Geográfica, David Maranha)

O Sismógrafo apresentou dois projectos centrados em David Maranha (Figueira da Foz, 1969). O músico propôs um concerto para órgão e rombudagem electrónica em colaboração com Repositor e inaugurou a exposição Prefiguração geográfica, composta por três modelos à escala 1/20 em madeira de faia. Uma oportunidade de conhecer o trabalho multifacetado deste autor, que tem desenvolvido a sua actividade nos territórios da arquitectura, da música experimental e improvisada – é um dos fundadores, em 1989, do colectivo osso exótico – e das artes visuais, sobretudo através de objectos escultóricos e instalações. A mostra encerrou com outro concerto, protagonizado por David Maranha e a violoncelista Helena Epsvall, uma música sueco-americana associada ao reflorescimento do movimento psychedelic folk, tendo feito parte de grupos como os Espers, The Valerie Project e Anahita.

Sismógrafo presented two projects centered on David Maranha (Figueira da Foz, 1969). The musician proposed a concert for organ and electronic rombudage in collaboration with Repositor, following with the exhibition Geographical prefiguration, consisting of three models scaled 1/20 in beechwood. A chance to meet the multifaceted work of this author, who has been active in the territories of architecture, experimental and improvised music – he is one of the founders, in 1989, of the collective osso exótico – and visual arts, particularly through sculptural objects and installations. The show ended with another concert, starring David Maranha and cellist Helena Epsvall, a Swedish-American musician associated with the revival of the psychedelic folk movement, who has been part of groups like Espers, The Valerie Project and Anahita.

previousnext