Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria
Flor de Sal, <br>Diana Carvalho <br>curadoria de / curated by Óscar Faria

Em “Flor de Sal”, Diana Carvalho revela um conjunto de fotografias, que, em si, nascem de uma proximidade com a pintura. As imagens não enganam, não iludem, mas contêm elementos que procuram esse ludíbrio. Vêem-se azulejos e persianas, paredes e uma superfíce líquida. Vêem-se sobretudo referências à arte abstracta, ao “tromp-l’oeil”, a uma ideia da pintura enquanto objecto físico e não metáfora de uma outra coisa qualquer.

Diana Carvalho (Lisboa, 1986) é licenciada em Pintura (2005-2009) e mestre em Práticas Artísticas Contemporâneas (2010-2012) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Em 2008, durante o período de licenciatura, foi aluna na Hochschule für Bildende Künste Dresden, Alemanha, ao abrigo do programa Erasmus e, em 2011, durante o período de mestrado, frequentou um semestre como aluna de intercâmbio na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Brasil, ao abrigo da bolsa Santander. Realizou as seguintes exposições individuais: em 2015, "Ruh!", Rua do Sol, Porto e "Pertences", Mupi Gallery, Maus Hábitos, Porto; em 2013, "Colónia de Férias", Boutique – Raum für temporäre Kunst (integrada na programação de The ocean and the river – Karat), Colónia, Alemanha. Das exposições colectivas em que participou, destacam-se: em 2016, "Tarmacadame", Porto e "A meio de qualquer coisa", Galeria Graça Brandão, Lisboa; em 2015, "Geração Y", Paços do Concelho, Porto e "Ontem como Hoje", Bienal da Maia; em 2014, "Sem Quartel", Sismógrafo, Porto e "A riqueza múltipla e multiplicadora da ambiguidade”, Espaço Mira, Porto; em 2013, "Grandes Férias", Rua do sol 172, Porto; "Copi Copi", Galeria 111, Porto e "BES Revelação 2012", BES Arte e Finança, Lisboa; em 2012, "BES Revelação", Museu de Serralves, Porto e "Qualquer coisa", Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Fotos: Cortesia da artista

In "Flor de Sal", Diana Carvalho reveals a set of photographs, which were, in themselves, born of a proximity to painting. The pictures do not lie, do not deceive, but contain elements looking for deception. We can see tiles and blinds, walls and a liquid surface. One can find, mostly, references to Abstract Art, to the “tromp-l’oeil”, to the idea of a painting as a physical object and not a metaphor for something else.

Diana Carvalho (Lisbon, 1986) has a degree in Painting (2005-2009) and a master in Contemporary Artistic Practices (2010-2012) by teh Faculty of Fine Arts University of Porto. In 2008, during her degree, she was a student at Hochschule für Bildende Künste Dresden, Germany, under Erasmus Programme and, in 2011, during her master, she attended one semestre as an exchange student at the School of Communications and Arts of University of São Paulo, Brazil, under a Santander scholarship. Diana Carvalho realised the following solo exhibitions: in 2015, "Ruh!", Rua do Sol, Porto and "Pertences", Mupi Gallery, Maus Hábitos, Porto; in 2013, "Colónia de Férias", Boutique – Raum für temporäre Kunst (integrated in the programme of The ocean and the river – Karat), Cologne, Germany. Recent group shows include: in 2016, "Tarmacadame", Porto and "A meio de qualquer coisa", Galeria Graça Brandão, Lisbon; in 2015, "Geração Y", Paços do Concelho, Porto and "Ontem como Hoje", Bienal da Maia; in 2014, "Sem Quartel", Sismógrafo, Porto and "A riqueza múltipla e multiplicadora da ambiguidade”, Espaço Mira, Porto; in 2013, "Grandes Férias", Rua do sol 172, Porto; "Copi Copi", Galeria 111, Porto and "BES Revelação 2012", BES Arte e Finança, Lisbon; in 2012, "BES Revelação", Museu de Serralves, Porto and "Qualquer coisa", Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Photos: Courtesy of the artist

previousnext